terça-feira, 2 de agosto de 2011

Só pago se tiver negativa

Jantando com amigos, eis que chega a hora da dolorosa. Ao pedirmos, um dos circunstantes sugere ao garçon que ao trazer a conta, anexe as negativas de débitos, dívidas e protestos da empresa sob qual nome se submete o restaurante. Todos os demais ficam pasmos, inclusive eu, ao que ele complementa: "num mundo onde até os Estados Unidos estão dando calote, como é que eu vou saber que isso aqui não é uma instituição insolvente?"

Aí mesmo é que a coisa ficou menos compreensível. Como a mesa era feita de empresários da comunicação ele antecipou: "se você prestar um serviço para o governo federal, entregar o serviço e tiver todas as despesas para tornar isso possível, na hora de apresentar a conta, o governo vasculha teu cadastro e descobre que tua empresa tem lá uma pendência administrativa com a previdência; ato contínuo, não paga. Se vale pra eles, por que não vale pra todos?"

Pensem nisso enquanto eu vasculho minhas gavetas à procura de minhas negativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário